Estudos

Boletim CEInfo Saúde em Dados - Ano XX, nº 20

O Boletim CEInfo “Saúde em Dados” é uma publicação em formato eletrônico, com periodicidade anual e de livre acesso, elaborado pela Coordenação de Epidemiologia e Informação (CEInfo) da Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo (SMS-SP). Criado para promover a disseminação de dados demográficos, sobre nascidos vivos e mortalidade, doenças e agravos de notificação compulsória, produção assistencial e estrutura de serviços e estabelecimentos da Rede SUS, tem como objetivo contribuir com a organização das ações de saúde no município. Nesta edição estão destacadas a variação mensal de alguns indicadores em decorrência da pandemia de COVID-19.

Para acessar o estudo na íntegra, clique aqui!

Última Atualização: 10/09/2021 17:42:36

Produção e disponibilidade de alimentos no Município de São Paulo
Este Informe Urbano apresenta um estudo sobre a distribuição dos estabelecimentos de produção e disponibilidade de alimentos pelo território do Município de São Paulo, com dados do Censo Agropecuário 2017 (IBGE), Pesquisa Agrícola Municipal 2019 (IBGE), Pesquisa de Pecuária Municipal 2019 (IBGE), Relação Anual de Informações Sociais 2019 (Ministério da Economia), entre outras fontes. Produção e disponibilidade de alimentos são duas das dimensões da “segurança alimentar e nutricional”, definida como a “realização do direito de todos ao acesso regular e permanente a alimentos de qualidade, em quantidade suficiente…” (Lei Federal n. 11.346/2006).

Para acessar o estudo na íntegra, clique aqui!

Última Atualização: 29/06/2021 11:13:49

Imigrantes no Cadastro Único: Perfil dos cadastrados e dos beneficiários

A cada 10 imigrantes cadastrados e beneficiários do Cadastro Único (CadÚnico), 6 estão desempregados. Esse é um dos resultados de um amplo estudo elaborado pela Prefeitura de São Paulo, por meio das secretarias municipais de Urbanismo e Licenciamento (SMUL) e Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC).

O objetivo da análise é, ao mesmo tempo, refletir sobre os impactos da pandemia do novo coronavírus aos imigrantes, marginalizados a situações de forte vulnerabilidade social, e servir como subsídio para a continuidade das políticas de inclusão dos imigrantes na cidade de São Paulo, qualificando as já implantadas e planejando as futuras ações, sempre em prol de uma cidade diversa e inclusiva.

Acesse aqui o estudo na íntegra!

Última Atualização: 15/06/2021 14:41:23

Cai participação do município de São Paulo no PIB brasileiro em 2018

 Neste novo número da série Informes Urbanos são analisados os dados relativos ao Produto Interno Bruto (PIB) do município de São Paulo em comparação aos demais municípios e aos estados brasileiros. As informações provém da recente atualização das bases estatísticas dos PIBs municipais realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em parceria com diversos órgãos públicos, e tem como novidade a inclusão do ano de 2018, base para este estudo.

No referido ano o Município teve um PIB estimado de R$ 715 bilhões, conservando a primeira colocação dentre os municípios brasileiros e superando também os PIBs de praticamente todos os estados brasileiros, com exceção de São Paulo e Rio de Janeiro. O setor terciário da economia (comércio e serviços) respondeu por cerca de 90% do produto gerado e o secundário (indústria, incluindo construção civil e serviços industriais de utilidade pública) pelos 10% restantes.

Para acessar o estudo na íntegra, clique aqui!

Última Atualização: 15/06/2021 14:22:52

Concentração do setor bancário no Município de São Paulo

O informe faz uma análise da concentração do setor bancário no Município, sob a hipótese de que a expressiva presença, não só de agências bancárias, mas também dos centros de comando dos bancos em território paulistano, possa contribuir para amenizar os efeitos econômicos perversos causados pela pandemia da covid-19, dado que o setor se manteve bastante ativo, empregando grande número de pessoas e movimentando montantes significativos de capitais, inclusive, no suporte aos demais setores e famílias atingidas pela crise.

 

O processo da concentração do setor financeiro, em especial do setor bancário, vem sendo observado desde meados do século passado e ocorre por uma gama de fatores. Do ponto de vista territorial, a infraestrutura física, a oferta de serviços e a qualidade dos centros de formação acadêmica e profissional que a cidade oferece podem ser consideradas fatores importantes para a explicação do fenômeno.


Para acessar o estudo na íntegra, clique aqui!

Última Atualização: 02/03/2021 14:42:14

Quem são os produtores agrícolas da Zona Sul de São Paulo